link para a Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da SaúdeImagem Dicas em Sa˙deClique aqui para imprimirClique aqui para fechar a página
 link para a Biblioteca Virtual em Saúde do Ministério da Saúde Elaborada em dezembro 2009
Aumenta a letra do texto Diminui a letra do texto
Anestesia tem risco?

Anestesia é o estado de total ausência de dor durante uma operação, um exame diagnóstico, um curativo. Ela pode ser geral, isto é, para o corpo todo; ou parcial, também chamada regional, quando apenas uma região do corpo é anestesiada. Sob o efeito de uma anestesia geral, você ficará dormindo; já numa anestesia regional você poderá ficar dormindo ou acordado, conforme a conveniência do caso. Em ambas as situações, o anestesiologista ou anestesista, vigiará as funções de seus órgãos vitais durante o tempo que se fizer necessário, e providenciará para que seu organismo reaja com segurança a um exame ou a uma cirurgia.

Quem são os anestesiologistas?

São médicos que cursaram seis anos de universidade e se submeteram a mais dois ou três anos de especialização em centros de ensino e treinamento. Ao concluir essa fase, passam por uma prova de avaliação em nível nacional e, após aprovação, passam a ser reconhecidos como especialistas pela Sociedade Brasileira de Anestesiologia e Conselhos Federal e Regional de Medicina. Somente após todas estas etapas são considerados aptos para desempenhar suas funções e colocar em prática os conhecimentos adquiridos.

Quanto tempo dura uma anestesia?

A anestesia geral ou a regional dura o tempo necessário para que o procedimento seja realizado, oferecendo ainda a supressão da dor por tempo variável após o exame ou cirurgia.


Qual o risco de uma anestesia?

Atualmente são muito raros os acidentes ou complicações de uma anestesia. Com medicamentos, instrumental e técnicas modernas, o anestesiologista reduz ao máximo os riscos de acidentes anestésicos, mas é claro que eles nunca chegam a zero, uma vez que há fatores imprevisíveis ligados não só à anestesia, mas à própria cirurgia, às condições hospitalares, etc. Para a maior segurança dos pacientes, os hospitais modernos contam com equipes e equipamentos próprios para emergências e cuidados críticos, o que reduz ainda mais os riscos de acidentes graves incontornáveis.

Como você vai se sentir após a anestesia?

O que você vai sentir após a anestesia depende muito da operação, do tipo de anestesia, de suas condições físicas, dos remédios que você está tomando ou tomou, enfim, de múltiplos fatores. Graças às técnicas modernas de anestesia, apenas um número muito pequeno de pacientes chega a sentir-se mal. Você provavelmente não sentirá nada nem se lembrará de nada.

O que é sala de recuperação pós-anestésica?

É o local destinado ao atendimento intensivo do paciente, no período que vai desde a sua saída da sala de operação até a recuperação da consciência, eliminação de anestésicos e estabilização dos sinais vitais.

Lembre-se:

Não abra mão da presença constante do anestesiologista ao seu lado até o pronto restabelecimento de suas funções fisiológicas.

É o anestesiologista quem vigia seu organismo e o mantém funcionando equilibrado, controlando sua pressão arterial, pulso, ritmo cardíaco, respiração, temperatura corporal e outras funções orgânicas importantíssimas para o sucesso da cirurgia.

 IMPORTANTE