Goiânia, 07 de novembro de 2005.

CUIDADOS DE ENFERMAGEM À UM PACIENTE COM DIABETES MELLITUS

Maria José Caetano Ferreira

Lilian Carla Ferrari Sossai

Lilian Galletti Marcon

INTRODUÇÃO: O presente estudo, um relato de caso de um paciente com diabetes mellitus, foi realizado como atividade de ensino-aprendizagem da 2ª série do Curso de Enfermagem da Faculdade de Medicina de Marília (FAMEMA). O diabetes mellitus é uma doença sistêmica causada pelo desequilíbrio entre a produção e a necessidade de insulina, levando assim á um alto nível de glicose sangüínea, pois a insulina produzida é insuficiente ou ineficaz para desencadear seu papel, há dois tipos da doença: insulino-dependente (DMID ou tipo I) e insulino-independente (DMII ou tipo II) e os principais fatores de risco são a obesidade, tolerância diminuída a glicose, sedentarismo, hereditariedade, estresse, triglicérides elevados e diabetes gestacional. No Brasil, há cerca de 10 milhões de diabéticos, sendo que metade deles não sabe que estão doentes e estatísticas oficiais mostram que 40% das mortes provocadas por infarto ou derrame ocorrem em pacientes diabéticos. A doença deve ser controlada a fim de evitar complicações ou amenizar as já existentes. OBJETIVOS: Identificar as necessidades de saúde de uma paciente portadora de Diabetes Mellitus, insulino-dependente, estudar as manifestações clínicas, tratamento e complicações da doença e elaborar um plano de cuidados, enfocando os cuidados de enfermagem ao paciente diabético. METODOLOGIA: Trata-se de estudo exploratório-descritivo, no modelo de relato de caso, que é uma estratégia de pesquisa sobre determinado assunto e que usa explorá-lo em vários aspectos. Foi realizado análise do prontuário e visita domiciliar para coleta de dados de um paciente de 63 anos pertencente a uma Unidade Básica de Saúde do município de Marília/SP, em 2003. RESULTADOS: Constatou-se que a paciente não tinha conhecimento sobre a patologia e por isso não dava a devida importância para o seguimento correto do tratamento prescrito. A partir disto foi elaborado um plano de cuidados. CONCLUSÕES: O estudo proporcionou uma assistência de enfermagem eficaz ao paciente, além de possibilitar as alunas de teorizarem a patologia.

Correspondência para: Maria José Caetano Ferreira, e-mail: marin@famema.br