Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Edições 2012 > IS nº 01
Início do conteúdo da página

DIABETES MELLITUS

Publicado: Terça, 12 de Maio de 2015, 17h29 | Acessos: 1900

HIPERTENSÃO; CUSTOS DOS CUIDADOS DE SAÚDE; SUS

006
MARINHO, Michelly Geórgia da Silva et al. Análise de custos da assistência à saúde aos portadores de diabetes melito e hipertensão arterial em uma unidade de saúde pública de referência em Recife - Brasil. Arquivos Brasileiros de Endocrinogia & Metabologia, São Paulo, v. 55, n. 6, p. 406-411, ago. 2011. Disponível em Scielo

OBJETIVO: Analisar os custos para a assistência à saúde de portadores de diabetes melito e hipertensão arterial e estimar o custo de procedimentos ambulatoriais de média complexidade comparando-os com os valores da tabela de reembolso do Sistema Único de Saúde (SUS). MATERIAIS E MÉTODOS: Foram analisados os custos diretos sanitários, em unidade pública de referência em Recife/PE no ano de 2007. Para o levantamento e alocação dos custos, utilizaram-se as técnicas de custeio por absorção e de rateio. RESULTADOS: Os custos diretos e o valor reembolsado pelo SUS totalizaram R$ 4.855.291,82 e R$ 2.118.893,56, respectivamente. Os grupos de despesas que apresentaram maiores custos foram: medicamentos R$ 1.762.424,42 (36,3%), serviços de terceiros R$ 996.637,82 (20,5%) e pessoal R$ 978.096,10 (20,1%). Todos os procedimentos apresentaram maior custo estimado que os valores pagos pela tabela SUS. CONCLUSÕES: Os medicamentos representaram os maiores custos para assistência e identificou-se diferença considerável entre os custos estimados e os valores reembolsados pelo SUS.

Fim do conteúdo da página