Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

SATISFAÇÃO DOS PACIENTES

Publicado: Terça, 12 de Maio de 2015, 16h25 | Acessos: 1309

SERVIÇOS DE SAÚDE; AMBULATÓRIOS

083
BASTOS, Gisele Alsina Nader; FASOLO, Luísa Rabeno. Fatores que influenciam a satisfação do paciente ambulatorial em uma população de baixa renda: um estudo de base populacional. Revista Brasileira de Epidemiologia, São Paulo, v. 16, n. 1, p. 114-124, mar. 2013. Disponível em Scielo

OBJETIVO: Medir a prevalência de satisfação geral com a última consulta médica e seus fatores associados entre adultos com 20 anos ou mais, em uma cidade do Sul do país. MÉTODOS: Estudo transversal de base populacional realizado em Porto Alegre-RS, de julho a dezembro de 2009. Foi utilizada amostragem sistemática com probabilidade proporcional ao tamanho de cada um dos 121 setores censitários da região em estudo. A satisfação geral da última consulta foi avaliada por questionário padronizado. As variáveis independentes foram: sexo, idade, cor da pele, classe social, escolaridade, motivo e local da consulta. Na análise bruta empregou-se o teste qui-quadrado e na ajustada regressão de Poisson com variância robusta, com os resultados expressos em razões de prevalências. RESULTADOS: Dos 3.700 indivíduos elegíveis, 3.391 responderam a pesquisa. Desses, 64,8% consultaram nos três meses antecedentes a entrevista. Em relação à satisfação geral da última consulta, 63,7% referiram estar satisfeitos e 23,2% estar muito satisfeitos. Na análise ajustada, indivíduos que consultaram em locais conveniados/privados apresentaram uma probabilidade 1,15 vezes maior de estar satisfeitos comparados a locais públicos. A facilidade para conseguir a consulta, o fato de ter sido bem tratado pela recepcionista e pelo médico esteve diretamente relacionado com uma maior satisfação. O tempo de espera para ser atendido esteve inversamente associado à satisfação tanto na análise bruta quanto na ajustada. CONCLUSÃO: O presente estudo revelou elevada prevalência de satisfação com a consulta médica e uma associação significativamente positiva entre satisfação e consulta em locais conveniados ou privados.

Fim do conteúdo da página