Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

ALCOOLISMO

Publicado: Terça, 12 de Maio de 2015, 16h38 | Acessos: 1615

ADOLESCÊNCIA; FATORES DE RISCO

091
GRANVILLE-GARCIA, Ana Flavia et al. Consumo de bebida alcoólica entre adolescentes: atitudes, comportamentos e fatores associados. Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 19, n. 1, p. 7-16, jan. 2014. Disponível em Scielo

Avaliar as atitudes e os comportamentos relacionados ao uso do álcool e seus fatores associados entre escolares da rede pública de Campina Grande (PB). Foi um estudo transversal com 574 adolescentes entrevistados por meio de formulário semiestruturado. Os testes estatísticos foram o Qui-quadrado e o Exato de Fisher (significância de 5%). Dos adolescentes, 54,5% experimentou o álcool, destes, 6,7% faz uso pesado. A maioria experimentou o álcool na faixa etária de 11 a 14 anos (42,8%), 26,3% dos menores compraram bebidas e a cerveja foi o tipo mais consumido (43,8%). O risco de experimentar a bebida alcoólica foi maior entre adolescentes de 16 a 19 anos (OR = 4,44; p < 0,001), entre os que não tinham religião (OR = 4,36; p = 0,002), entre os que trabalhavam (OR = 2,13; p = 0,012) e os que tinham relacionamento regular/ruim com o pai (OR = 2,18; p = 0,010). Os resultados do presente estudo ressaltam a complexidade do tema e a necessidade de uma atenção especial para a população adolescente. As políticas públicas não são suficientes, o apoio de uma família, a escola e a sociedade são essenciais para combater o uso precoce de álcool e suas consequências.

Fim do conteúdo da página