Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Edições 2014 > IS nº 03 > ALEITAMENTO MATERNO
Início do conteúdo da página

ALEITAMENTO MATERNO

Publicado: Terça, 12 de Maio de 2015, 12h21 | Acessos: 1981

SAÚDE DA MULHER

065
ZUBARAN, Carlos; FORESTI, Katia. Estudo da correlação entre aleitamento e estado de saúde materno. Einstein, São Paulo, v. 11, n. 2, p. 180-185, abr./jun. 2013. Disponível em Scielo

OBJETIVO: Examinar a relação entre eficácia do aleitamento e o estado de saúde em uma amostra de 88 mães na Região Sul do Brasil. MÉTODOS: As participantes da pesquisa completaram a versão em português do Questionário de Saúde Geral e da Escala de Saúde Pessoal. A eficácia do aleitamento foi avaliada por meio da Escala de Autoeficácia no Aleitamento. As correlações entre o escore do questionário referente ao aleitamento e os instrumentos de avaliação do estado de saúde foram examinadas usando-se o coeficiente de correlação de Pearson. RESULTADOS: Houve correlação significante entre os escores dos questionários de estado de saúde e da escala de eficácia do aleitamento. Análises de regressão bivariada revelaram valores preditivos significantes de ambos os instrumentos de avaliação do estado de saúde sobre os escores da escala de eficácia do aleitamento. CONCLUSÃO: A eficácia do aleitamento está relacionada ao estado de saúde materno no sul do Brasil.

Fim do conteúdo da página