Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Edições 2016 > IS nº 01 > ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA
Início do conteúdo da página

ASSISTÊNCIA ODONTOLÓGICA

Publicado: Terça, 01 de Março de 2016, 11h32 | Acessos: 1869

SAÚDE BUCAL; ACESSO AOS SERVIÇOS DE SAÚDE; SUS

003
FONSECA, Luciara Leão Viana; NEHMY, Rosa Maria Quadros; MOTA, Joaquim Antônio César. O valor social dos dentes e o acesso aos serviços odontológicos. 
Ciência & Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 20, n. 10, p. 3129-3138, out. 2015. Disponível em: Scielo

A assistência em Saúde Bucal no SUS enfrenta o desafio de responder ao perfil epidemiológico da população adulta. Com o objetivo de compreender as vivências, expectativas e percepção de acesso aos serviços pelas usuárias dos serviços de saúde do município de Diamantina-MG, foi realizada pesquisa qualitativa utilizando entrevista semiestruturada e a análise de conteúdo para avaliação dos dados. A apresentação e a discussão dos resultados basearam-se no diálogo entre o interacionismo simbólico e o conceito de habitus de Bourdieu. Os resultados mostram que as entrevistadas não davam, antes, importância ao cuidado com o dente, porque os procedimentos eram-lhes desconhecidos ou porque a prática dominante era a extração dentária. Hoje, valorizam os dentes e sofrem os constrangimentos sociais que causam a sua boca mal cuidada. Contudo, o acesso à restauração dos dentes pelo SUS não lhes é ainda possível. Para os filhos, percebem haver melhor acesso à informação e ao cuidado, mas para procedimentos especializados ainda encontram barreiras. Expressam resignação com o mau estado dos seus dentes e com as dificuldades de acesso, o que pode ser compreendido pelas exclusões já vividas que moldam suas ações no presente. Conclui-se que a assistência à Saúde Bucal do SUS deve incorporar a dimensão estética do dente como um direito social.

Fim do conteúdo da página