Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Edições 2017 > IS nº 02 > QUALIDADE DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
Início do conteúdo da página

OBESIDADE

Publicado: Sexta, 12 de Maio de 2017, 15h39 | Acessos: 1539

EQUIPE DE ASSISTÊNCIA AO PACIENTE; TERAPIA COMPORTAMENTAL; REVISÃO SISTEMÁTICA

042
MENDES, Anselmo Alexandre et al. Programas de tratamento multiprofissional da obesidade no Brasil: uma revisão sistemática. Revista de Nutrição, Campinas, v. 29, n. 6, p. 867-884, nov./dez. 2016. Disponível em Scielo

Este estudo teve como objetivo investigar publicações sobre o tratamento multiprofissional da obesidade no Brasil e seus principais resultados. A busca sistemática foi realizada nas bases de dados SciELO, Lilacs e Pubmed/Medline. Foram constituídos os seguintes termos de procura: 'obesidade', 'intervenção', 'tratamento' e 'Brasil', para língua portuguesa, e 'obesity', 'intervention', 'treatment' e 'Brazil', na versão inglesa. A partir disso, foram constituídos os seguintes agrupamentos para a busca: Intervenção multiprofissional da obesidade, multidisciplinary obesity intervention, multidisciplinary obesity treatment, Multiprofessional obesity treatment, tratamento multidisciplinar da obesidade, tratamento multiprofissional da obesidade. Os critérios de inclusão foram: artigos originais de pesquisas realizadas no Brasil com seres humanos e que tivessem feito uma intervenção com dois ou mais profissionais da área de saúde. Foram analisadas por dois revisores, de forma independente, publicações entre os anos de 2005 e julho de 2015. Ao final das análises, de um total de 355 artigos selecionados, 26 estudos atenderam a todos os critérios de inclusão. Foram constatados os seguintes desfechos: 23 estudos eram com crianças e adolescentes e 03 com adultos de 20 a 60 anos. Resultados: No total, 26 estudos analisados tiveram impacto nos parâmetros antropométricos, 10 nos parâmetros de aptidão física, 16 nos parâmetros bioquímicos, 10 na diminuição das comorbidades, seis nos parâmetros nutricionais e quatro nos aspectos psicológicos/sociais. A partir das evidências apontadas pelas obras, o tratamento multiprofissional da obesidade se mostrou impactante na redução dos indicadores antropométricos, principalmente na diminuição do índice de massa corpórea e dos parâmetros bioquímicos, sociais e psicológicos. Assim, evidencia-se a necessidade de ampliação desse tipo de tratamento pela sua efetividade no combate à obesidade e suas comorbidades.

Fim do conteúdo da página