Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Edições 2017 > IS nº 04 > ALEITAMENTO MATERNO
Início do conteúdo da página

ALEITAMENTO MATERNO

Publicado: Segunda, 06 de Novembro de 2017, 15h13 | Acessos: 1204

TRANSTORNOS DA LACTAÇÃO

091
BARBOSA, Gessandro Elpídio Fernandes et al. Dificuldades iniciais com a técnica da amamentação e fatores associados a problemas com a mama em puérperas. Revista Paulista de Pediatria, São Paulo, v. 35, n. 3, p. 265-272, jul./set. 2017. Disponível em Scielo

Objetivo: Identificar a prevalência de condições indicativas de dificuldades iniciais com a técnica da amamentação e verificar os fatores associados com a presença de problemas na mama em puérperas em maternidades de Hospitais Amigos da Criança. Métodos: Estudo transversal, conduzido com 276 binômios mãe-lactente, aleatoriamente selecionados entre os atendimentos realizados em maternidades de três Hospitais Amigos da Criança do norte de Minas Gerais. Um protocolo de avaliação da técnica da mamada foi utilizado como instrumento. A associação entre as variáveis estudadas e os problemas com a mama foi identificada por meio do teste qui-quadrado, seguida de análise de regressão logística, admitindo-se o nível de significância de até 5% (p<0,05). Resultados: Os principais fatores indicativos de dificuldades iniciais com a técnica da amamentação foram a pega inadequada (25,0%), a resposta do bebê ao contato com a mama (26,1%) e os problemas com a mama (28,3%). No modelo final de regressão múltipla, associaram-se aos problemas na mama no puerpério imediato: mãe adolescente (OR 3,35; IC95% 1,51-7,44; p=0,003); escolaridade ≤8 anos (OR 2,07; IC95% 1,01-4,23; p=0,048); e o fato de ter recebido complemento alimentar na maternidade (OR 2,36; IC95% 1,40-4,92; p=0,003). O fato de trabalhar fora de casa (OR 0,31; IC95% 0,16-0,61; p=0,001) foi um fator de proteção no modelo final de regressão logística. Conclusões: Problemas com as mamas representaram a principal dificuldade inicial com a técnica da mamada e os fatores associados incluem variáveis demográficas e sociais ligadas à mãe e variáveis relacionadas às rotinas da maternidade.

Fim do conteúdo da página