Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

PRÁTICA CLINICA BASEADA EM EVIDÊNCIAS

Publicado: Segunda, 06 de Novembro de 2017, 16h46 | Acessos: 429

AVALIAÇÃO DE PROGRAMAS E PROJETOS EM SAÚDE; AMÉRICA LATINA

109
TRAN, Nhan et al. Integrar a pesquisa para melhorar a implementação de programas na América Latina e no Caribe. Revista Panamericana de Salud Pública, Washington, v. 41, e75, 2017. Disponível em Scielo

Na última década, a pesquisa em implementação tem tido papel fundamental em melhorar a implementação de intervenções de saúde comprovadas com o incentivo à absorção metódica dos resultados de pesquisas e outras constatações na prática diária. A Aliança para Pesquisa em Políticas e Sistemas de Saúde e a Organização Pan-Americana da Saúde criaram um programa de pesquisa em implementação integrada para dar respaldo aos programas de saúde na América Latina e no Caribe (ALC) em 2014–2015. Foram recebidas ao todo 234 propostas provenientes de 28 países nas Américas. A iniciativa Melhorar a Implementação de Programas com Pesquisa Integrada (iPIER) subsidiou 12 projetos de pesquisa em implementação conduzidos pelos responsáveis pela execução dos programas públicos de saúde de nove países da ALC: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, México, Panamá, Peru e Santa Lúcia. Esta experiência ensinou que a perspectiva dos “insiders” (pessoal interno), que os responsáveis pela execução dos programas imprimem à proposta da pesquisa, é essencial para identificar a problemática a ser pesquisada com foco nas falhas dos sistemas, que em geral se manifestam como obstáculos à implementação. Neste artigo se destacam a experiência e as principais conclusões sobre a realização de pesquisa em implementação integrada. A experiência iPIER demonstrou serem bastante promissores os modelos de pesquisa integrada quando os responsáveis pela execução dos programas assumem as rédeas das iniciativas de pesquisa em implementação.

Fim do conteúdo da página