Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Edições 2018 > IS nº 04 > FINANCIAMENTO DA ASSISTÊNCIA À SAÚDE
Início do conteúdo da página

DOENÇAS PARASITÁRIAS

Publicado: Quinta, 11 de Outubro de 2018, 10h47 | Acessos: 28

SAÚDE DE POPULAÇÕES INDÍGENAS; PLANTAS MEDICINAIS

102
VASCO-DOS-SANTOS, Deyvison Rhuan et al. Plantas antiparasitárias utilizadas pelos indígenas Kantaruré-Batida (NE-Brasil): etnobotânica e riscos de erosão dos saberes locais. Ambiente & Sociedade, São Paulo, v. 21, e00111, 2018. Disponível em Scielo

Indígenas possuem uma relação intrínseca com a flora empregada em sistemas de cura. Entretanto, poucos são os dados acerca das plantas usadas no tratamento de parasitoses intestinais, uma das principais causas de morbimortalidade entre índios. Desse modo, este estudo realizou o levantamento das plantas antiparasitárias utilizadas pelos Kantaruré-Batida e avaliou se ocorre difusão do conhecimento etnomedicobotânico. Para tanto, utilizou-se entrevistas e listas livres. Foram entrevistados 31 indígenas, os quais citaram 21 espécies. A maioria dos informantes (91%) adquiriu o conhecimento tradicional por transmissão hereditária e o difunde (77%) da mesma forma. Apenas 35% utilizam as plantas medicinais como primeiro recurso de cura e associam a diminuição do uso a proximidade dos serviços de saúde. Portanto, tornam-se relevantes ações de preservação dos saberes e da biodiversidade local visando a manutenção da terapêutica indígena.

Fim do conteúdo da página