Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Edições 2018 > IS nº 02 > EDUCAÇÃO MÉDICA
Início do conteúdo da página

EDUCAÇÃO EM SAÚDE

Publicado: Terça, 08 de Maio de 2018, 14h28 | Acessos: 34

ADOLESCENTES; ESTILO DE VIDA; SAÚDE COLETIVA

037
VIERO, Vanise dos Santos Ferreira; FARIAS, Joni Marcio de. Ações educativas para a sensibilização de um estilo de vida mais saudável de adolescentes. Journal of Physical Education, Maringá, v. 28, e2812. 2017. Disponível em Scielo

A fase da adolescência promove transformações biopsicossociais, como: aumento da independência e ganho de autonomia na tomada de decisões sobre práticas e comportamentos de vida, podendo também influenciar de maneira positiva ou negativa no estilo de vida. Diante disso, o objetivo do estudo foi analisar a efetividade de ações de educação em saúde sobre os parâmetros de alimentação saudável, atividade física e educação postural na sensibilização de um estilo de vida mais saudável de adolescentes matriculados em duas escolas públicas do município de Criciúma, Santa Catarina. O estudo foi temporal, prospectivo, e analítico, realizado em duas escolas estaduais da rede pública, divididas em dois grupos: Ensino Fundamental e Ensino Médio. A amostra foi composta por 109 adolescentes, de ambos os sexos, com idade entre 11 a 17 anos. Foram aplicados questionários (pré e pós). Os dados foram exportados para o SPSS versão 20.0. O nível de significância α estabelecido para os testes estatísticos foi de ≤ 0,05 e um intervalo de confiança de 95%. Verificou-se aumento significativo de conhecimento nas temáticas sobre alimentação saudável (3,86±1,395/4,64±1,67), atividade física (4,52±1,696/5,10±1,46) e educação postural (4,03±1,50/5,02±1,49). As ações realizadas no âmbito escolar demonstraram ser efetivas no ganho de conhecimento dos escolares.

Fim do conteúdo da página