Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Edições 2019 > IS nº 01 > NEOPLASIAS DO COLO DO ÚTERO
Início do conteúdo da página

ENFERMAGEM

Publicado: Segunda, 21 de Janeiro de 2019, 17h21 | Acessos: 273

PESQUISA DE ENFERMAGEM; AUTONOMIA PROFISSIONAL

015
HINE-SANABRIA, A.; MENDOZA-MONSALVE, A.; ROJAS, L.Z.; ROA-DIAZ, Z.M.. Conhecimento e pesquisa sobre autonomia profissional em enfermagem. Revisão narrativa. Enfermería Universitária, México, v. 15, n. 2, p. 212-221, abr./jun. 2018. Disponível em Scielo

Introdução: A enfermagem como disciplina encontra-se em um momento transcendental à luz dos desenvolvimentos científicos que estão na espera de ser incorporados no cuidado, e que necessitam enfermeiros autônomos em sua prática profissional, pelo qual no presente trabalho realizou-se uma revisão narrativa do conceito de autonomia. Objetivo: Descobrir o conceito, medição e pesquisas sobre a autonomia profissional em estudantes de enfermagem. Desenvolvimento: A autonomia profissional tem acompanhado a evolução da enfermagem; tem passado por momentos de invisibilidade até ser parte da definição da profissão e sua prática. Portanto, a medição deste construto cobrou grande importância, identificando-se três categorias, em primeiro lugar encontram-se os instrumentos que buscam explorar a atitude da enfermeira e as características dos pacientes, em segundo lugar, os que fixam sua perspectiva desde o desempenho laboral da enfermeira e por último destacam-se aqueles que fazem uma diferenciação da medição segundo características como sexo e expertise; estes instrumentos têm sido empregados em estudos principalmente transversais que estabeleceram comparações com outras profissões. Conclusões: Dada a importância do conceito de autonomia e sua escassa descrição, medição e avaliação como constructo da identidade profissional em enfermagem, assim como a escassez de trabalhos publicados em espanhol; identificou-se a necessidade de realizar pesquisas com instrumentos válidos, em desenhos longitudinais que estabeleçam os fatores associados ao desenvolvimento da autonomia profissional e contribuam no reforço desta característica no pessoal de enfermagem.

Fim do conteúdo da página