Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

DOENÇAS CRÔNICAS NÃO TRANSMISSÍVEIS

Publicado: Segunda, 18 de Maio de 2015, 17h12 | Acessos: 1508

TRABALHO EM SAÚDE; ASSISTÊNCIA À SAÚDE

096
MALTA, Deborah Carvalho; MERHY, Emerson Elias. O percurso da linha do cuidado sob a perspectiva das doenças crônicas não transmissíveis. Interface: Comunicação, Saúde, EducaçãoBotucatu, v. 14, n. 34, p. 593-606, jul./set. 2010. Disponível em Scielo

Este trabalho caracteriza a linha do cuidado (LC) segundo as perspectivas micro e macropolíticas ou de gestão. Toma-se o exemplo das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT), pela sua magnitude, e suas características: doença de longa duração, demandando intensa atuação de cuidadores, projetos terapêuticos, acesso aos serviços e ações integradas. O trabalho discute a perspectiva da LC centrada no campo de necessidades dos usuários e pressupõe a existência do cuidador, uso da tecnologia leve, projeto terapêutico adequado, existência da rede de serviços que suporte as ações necessárias, o acesso aos recursos assistenciais disponíveis, além da atuação nos determinantes sociais e no processo regulatório. Discute-se o desenvolvimento de políticas de promoção, prevenção, vigilância e assistência de DCNT, articulando ações no campo da micropolítica e macropolítica, integrando intervenção nos determinantes sociais, legislação, tecnologias e instrumentos.

Fim do conteúdo da página