Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Dicas em Saúde > Distúrbios do sono
Início do conteúdo da página

Meningite

Publicado: Sexta, 11 de Setembro de 2015, 16h30 | Acessos: 3306

O que é?

A meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro; é causada, principalmente, por bactérias ou vírus e nem todas são contagiosas ou transmissíveis. Em princípio, pessoas de qualquer idade podem contrair meningite, mas as crianças menores de 5 anos são mais atingidas. A meningite meningocócica é causada por uma bactéria, o meningococo, e é contagiosa.

Transmissão:

Pode ser transmitida pelo doente ou pelo portador através da fala, tosse, espirros e beijos, passando da garganta de uma pessoa para outra. Nem todos que adquirem o meningococo ficam doentes, pois o organismo se defende com os anticorpos que cria através do contato com essas mesmas bactérias, adquirindo portanto, resistência à doença. As crianças de 6 meses a 1 ano são as mais vulneráveis ao meningococo porque geralmente ainda não desenvolveram anticorpos para combatê-la. É uma doença grave e devemos estar alertas para os sinais e sintomas porque, se diagnosticada e tratada logo, pode ser curada sem deixar seqüelas para o doente. Qualquer caso de meningite precisa ser comunicado às autoridades sanitárias, pelo médico ou pelo hospital onde o paciente está sendo tratado.

Sinais e sintomas:

- febre alta;
- dor de cabeça forte;
- vômitos (nem sempre, inicialmente);
- rigidez no pescoço (dificuldade em movimentar a cabeça);
- manchas vinhosas na pele;
- estado de desânimo, moleza.

Nos bebês pode-se também observar:

- moleira tensa ou elevada;
- gemido quando tocado;
- inquietação com choro agudo;
- rigidez corporal com movimentos involuntários, ou corpo "mole", largado.

Tratamento:

Após a avaliação médica e a análise preliminar de amostras clínicas, o paciente ficará internado e o tratamento será realizado com antibióticos específicos.

Prevenção:

Existe vacina contra alguns tipos de Meningite Meningocócica, porém elas não são eficazes em crianças menores de 18 meses. Em crianças maiores de 18 meses e adultos a proteção da vacina dura de 1 a 4 anos. Outras formas de prevenção incluem: evitar aglomerações, manter os ambientes ventilados e a higiene ambiental.

Observações aos pais e responsáveis:

- estejam atentos aos sinais e sintomas, principalmente em crianças menores de 5 anos;
- procurem imediatamente um médico para um diagnóstico seguro e tratamento eficiente;
- se seu filho tiver febre alta, não o mande para a escola. Procure um médico para saber o motivo da febre;
- avisem a escola se seu filho estiver com meningite;
- após a alta do paciente não existe mais perigo de contaminação, portanto essas crianças não precisam ser evitadas ou discriminadas, voltando normalmente a freqüentar a escola;
- não há necessidade de fechar escolas ou creches quando ocorre um caso de meningite entre os alunos, professores ou funcionários da escola, pois o meningococo não sobrevive no ar ou nos objetos;
- a limpeza e a higiene devem ser as habituais. Não há necessidade de inutilizar ou desinfetar objetos de uso pessoal do doente.


IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.

Dica elaborada em dezembro de 2.007.


Fontes:
Hospital Federal de Bonsucesso
Ministério da Saúde. Saúde de A a Z

registrado em:
Fim do conteúdo da página