Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Últimas Notícias > Sarampo: sintomas, prevenção, causas, complicações e tratamento
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

28/8 – Dia Nacional de Combate e Prevenção ao Escalpelamento

  • Publicado: Quarta, 28 de Agosto de 2019, 12h20
  • Última atualização em Quarta, 28 de Agosto de 2019, 12h42

Escalpelamento é o arrancamento brusco e acidental do escalpo (couro cabeludo). Esse grave acidente costuma ocorrer em embarcações de pequeno porte, durante a pesca artesanal ou o transporte para a escola, o trabalho ou outros locais, quando, por descuido, os cabelos compridos, em sua maioria de mulheres e meninas, se enrolam nos eixos e partes móveis dos motores, causando o arrancamento parcial ou total do couro cabeludo. Em muitos casos, as vítimas têm orelhas, sobrancelhas, pálpebras e parte do rosto e pescoço arrancados, o que causa grave deformação e pode levar a morte.

O longo tratamento consiste em cirurgia plástica reparadora e implante capilar, além de acompanhamento psicológico.

Sequelas:

As consequências do escalpelamento são muito graves e variam conforme as áreas afetadas no acidente, como crânio, pálpebras, orelhas e face. As principais sequelas incluem dores de cabeça ou cervicais crônicas, dificuldade na audição, fala e visão. Essas disfunções comprometem a qualidade de vida, o lazer e o emprego das vítimas, que muitas vezes ficam impossibilitadas de trabalhar.

Em 2.010, a Lei nº 12.199 instituiu o Dia Nacional de Combate e Prevenção ao Escalpelamento com o objetivo de conscientizar os brasileiros sobre esse grave problema e dar visibilidade à realidade de exclusão e violência que as vítimas de escalpelamento enfrentam diariamente. Apenas com o apoio de toda a população será possível fortalecer a prevenção dos acidentes e garantir os direitos das vítimas, especialmente educação, proteção social e trabalho.

Prevenção e controle:

A Lei 11.970/2.009 obriga a instalação de uma cobertura nas partes móveis dos motores das embarcações para proteger os ocupantes. A Marinha do Brasil, por meio da Capitania dos Portos, oferece e instala gratuitamente a proteção do motor.

Recomendações aos usuários de embarcações:

- nunca arme rede ou sente de cabelos soltos perto do motor;
- prenda os cabelos, coloque um boné ou chapéu;
- evite usar colares ou cordões;
- mantenha as crianças sempre junto de você.

Fontes:

Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho
Conselho Federal de Medicina
Ministério Público do Trabalho - 11ª Região
Radio Senado
Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

registrado em:
Fim do conteúdo da página