Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Dicas em Saúde > Picadas de insetos e animais peçonhentos - parte 2
Início do conteúdo da página

Toxoplasmose

Publicado: Quarta, 16 de Setembro de 2015, 15h07 | Acessos: 4565

Doença provocada pelo protozoário Toxoplasma gondii, é transmitida aos seres humanos através das fezes de diversos animais contaminados pelo agente transmissor. Vários animais domesticados e de produção podem ser transmissores; os mais conhecidos são os gatos, mas a lista inclui bovinos, suínos, caprinos, aves, animais silvestres.

Transmissão:

O gato contrai a infecção ao comer carnes cruas, ratos ou pássaros contaminados. Outros animais se infectam alimentando-se de pastagens contaminadas pelas fezes.

Contágio indireto: acontece devido à ingestão de carne com o agente transmissor. O gado e o porco, por exemplo, podem se contaminar e transmitir a doença por meio da carne, quando consumida mal passada.

Contágio direto: pode ocorrer por meio da inalação do agente transmissor, presente no solo, alimentos, fezes e contato com gatos, pombos e roedores. Transfusão de sangue e transplante de pacientes contaminados podem transmitir a doença.

Sintomas:

No organismo humano, os protozoários se multiplicam e atacam todos os órgãos através do sangue, provocando infecção generalizada. Surgem deficiências neurológicas, inflamações nos olhos, complicações musculares, hepatites, pancreatites.

Toxoplasmose congênita:

Ocorre quando a gestante tem ou teve a doença, podendo transmiti-la ao recém-nascido. O bebê pode apresentar complicações, como: hidrocefalia, convulsões, atrofia cerebral, anemia, problemas no fígado e alterações oculares. Durante a gestação, a mulher deve fazer exames para detectar a doença e tratá-la, caso seja constatada.

Prevenção:

- evite comer alimentos crus; não prove a carne crua durante a preparação; coma verduras e legumes sempre bem lavados;
- congele a carne por 3 dias, a 15º negativos;
- lave bem as mãos após manipular carnes cruas e antes de comer; se estiver gestante, procure usar luvas;
- evite contato com gatos ou lave bem as mãos após isso ocorrer;
- mantenha seu gato bem alimentado para que ele não precise caçar para comer; nunca lhe dê carne crua; evite que ele ande pelas ruas. Se não for possível, ponha um pequeno chocalho no pescoço do animal para que ele não consiga “caçar”;
- a caixa de dejetos dos gatos deve ser renovada a cada 3 dias e colocada ao sol com freqüência;
- os cães também podem transmitir toxoplasmose ao sujarem o pelo no solo onde haja fezes de gato;
- evite acariciar cães que andem soltos;
- controle ratos e insetos como moscas, baratas e formigas, descartando corretamente o lixo doméstico e os dejetos das criações de animais;
- lave bem as mãos e as unhas após trabalhar na terra (horta ou jardim). Gestantes devem evitar essa atividade ou utilizar luvas;
- a água pode ser contaminada por fezes de gatos. Mantenha os reservatórios bem fechados e se a água não for tratada, deve ser fervida antes do consumo.

A toxoplasmose é um grave problema à saúde humana. Para pessoas com defesas imunológicas diminuídas, como transplantados, portadores de aids e doenças crônicas, a doença pode ser fatal.


IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.

Dica elaborada em dezembro de 2.009.

Fontes:

Ministério da Saúde. Blog da Saúde
Secretaria Municipal de Saúde e Meio Ambiente do Município de Campo Bom (RS). Toxoplasmose. (Folder impresso)

registrado em:
Fim do conteúdo da página