Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página

Terçol e Calázio

Publicado: Quarta, 30 de Outubro de 2019, 11h46 | Acessos: 18960

O terçol ou hordéolo é uma infecção bacteriana das glândulas sebáceas e sudoríparas, localizadas nas pálpebras. A lesão, arredondada em forma de nódulo, aparece na borda da pálpebra, perto dos cílios. Provoca dor, vermelhidão e calor no local. Geralmente, a lesão se rompe e expele seu conteúdo inflamatório desaparecendo espontaneamente.

O calázio é provocado pela inflamação da glândula de Meibômio, também localizada na pálpebra. Diferentemente do terçol, o calázio não é produzido por bactérias.

O aparecimento frequente de calázios pode ser indicativo de algum defeito de refração* do olho e deve ser avaliado por um médico oftalmologista.
*O estudo da refração do olho é utilizado para verificar se a focalização está adequada e possibilitando imagens nítidas. Miopia, hipermetropia e astigmatismo são exemplos de defeitos da refração do olho.

Tratamento:

O tratamento do terçol é feito com aplicação de calor úmido no local. Nos casos de infecção por bactérias, o oftalmologista irá indicar a aplicação de colírios ou pomadas com antibióticos e a aplicação de compressas de água quente.

No tratamento do calázio, utilizam-se compressas de calor úmido, não sendo indicado o uso de medicamentos.

Recomendações:

- mãos sempre limpas evitam a transmissão de vírus e bactérias. Lave as mãos várias vezes ao dia e evite passar o dedo no local em que apareceram lesões oculares;
- compressas com calor úmido ajudam a combater tanto o terçol quanto o calázio;
- a avaliação da refração é um exame muito importante para verificar a ocorrência de problemas da visão, como astigmatismo, miopia, e para explicar a repetição de quadros de calázio;
- não esqueça que o excesso de oleosidade pode formar uma espécie de rolha que bloqueia a saída da secreção nas lesões da pálpebra. Cuidados de higiene da pele com xampus de pH neutro, que funcionam como detergente, ajudam a desobstruir os pequenos canais das glândulas de Meibômio e a evitar a formação de calázios;
- procure um oftalmologista para diagnóstico e indicação do tratamento adequado sempre que surgirem lesões nas pálpebras ou quando as recaídas forem frequentes.


IMPORTANTE: Somente médicos e cirurgiões-dentistas devidamente habilitados podem diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. As informações disponíveis em Dicas em Saúde possuem apenas caráter educativo.

Dica elaborada em agosto de 2.019.

Fonte:

Dr. Dráuzio Varella

registrado em:
Fim do conteúdo da página