Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Edições 2017 > IS nº 03 > EQUIDADE EM SAÚDE
Início do conteúdo da página

CONDIÇÕES DE TRABALHO

Publicado: Segunda, 07 de Agosto de 2017, 12h18 | Acessos: 182

ENFERMAGEM

065
MACHADO, Maria Helena; SANTOS, Maria Ruth dos; WERMELINGER, Mônica; VIEIRA, Monica; AGUIAR FILHO, Wilson. Condições de trabalho da enfermagem no Brasil: uma abordagem a partir da pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil*. Divulgação em Saúde para Debate, Rio de Janeiro, n. 56, p. 70-78, dez. 2016. Disponível em Cebes

O artigo apresenta dados concernentes às condições de trabalho da equipe de enfermagem no País, que congrega mais de um 1,8 milhão de trabalhadores, a partir dos resultados obtidos pela pesquisa Perfil da Enfermagem no Brasil. Trata-se de um estudo transversal, abrangendo todos os enfermeiros, técnicos e auxiliares inscritos no Sistema Conselho Federal de Enfermagem (Cofen)/Conselhos Regionais (Corens) no ano de 2013, possuindo, portanto, abrangência nacional. A pesquisa mostrou que, se por um lado, existe um clima de confiança e respeito entre os colegas, por outro, tal não é encontrado quando a questão é reportada para a população usuária dos serviços de saúde. Mostra também que, embora exista confiança dos seus chefes com o seu trabalho, estes se mostram distantes e inacessíveis, quer quando o profissional necessita de ajuda, quer para expressarem suas opiniões ou queixas sobre o trabalho. Os profissionais reportam também a existência de violência e discriminação no ambiente de trabalho, constatando-se elevado percentual de desgaste profissional, com expressivo número de licenças médicas e/ou necessidade de atendimento médico, sendo que a maioria assinala que, quando adoecem, não são atendidos na própria instituição em que atuam. Os dados apontam para a necessidade de adoção urgente de políticas públicas, capazes de reverter o sério quadro encontrado, referentes às condições de trabalho, uma vez que tais questões acarretam enormes prejuízos para a qualidade da assistência prestada à população.

Fim do conteúdo da página