Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Página inicial > Edições 2020 > IS nº 01 > EDUCAÇÃO EM SAÚDE
Início do conteúdo da página

EDUCAÇÃO EM SAÚDE

Publicado: Segunda, 13 de Janeiro de 2020, 16h56 | Acessos: 58

EDUCAÇÃO EM FARMÁCIA; SERVIÇOS DE INTEGRAÇÃO DOCENTE-ASSISTENCIAL; SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE

014
SOUZA, Lucas Balsanelli; BONAMIGO, Andréa Wander. Integração ensino-serviço na formação de profissionais para sistemas públicos de saúde. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 17, n. 3, e0021747, 2019. Disponível em Scielo

A integração ensino-serviço, entendida pelo trabalho articulado de estudantes, professores e trabalhadores em cenário de prática, tem por finalidades a excelência da formação profissional e a qualidade do trabalho em saúde. O objetivo deste estudo é analisar, por meio da percepção dos discentes, a integração ensino-serviço, que ocorre durante o período de graduação em Farmácia. Trata-se de um estudo quantitativo, conduzido em 2018, caracterizado como levantamento de corte transversal, no qual aplicou-se um questionário estruturado. Participaram do estudo 155 acadêmicos de cursos de Farmácia, matriculados em três universidades, duas públicas e uma privada, localizadas na região metropolitana de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, Brasil. Os resultados encontrados sinalizaram as potencialidades dos estágios em cenários de saúde pública para a formação de profissionais farmacêuticos mais confiantes para o futuro trabalho no Sistema Único de Saúde. Os dados obtidos revelaram a variável idade dos discentes como fator relevante para o reconhecimento das competências necessárias para o trabalho. Tais achados podem contribuir para o processo de elaboração ou reformulação curricular dos cursos de Farmácia, com vistas à formação de um profissional crítico, reflexivo e conhecedor da realidade de saúde local.

Fim do conteúdo da página